madrinhaDicas Para Escolher Roupas de Madrinha. Saiba como evitar as gafes e encontrar o modelito certo para o casamento.

Se o vestido tiver muito brilho, aposte em acessórios simples; para o modelo ao lado use apenas um par de brincos de tamanho pequeno ou médio, mas sem colar.

Escolher um vestido para uma noite especial já é uma tarefa complicada, principalmente se o evento em questão for um casamento. Mas nada se compara à missão de ser madrinha e, com isso, de precisar se vestir adequadamente para uma cerimônia matrimonial. Nesse caso, como são muitas as regras, maiores são as chances de fazer feio.

Por isso, para não cometer nenhuma gafe, fique atenta em alguns detalhes, como o dia, a hora e o local da cerimônia, que são determinantes para que você saia em busca do vestido ideal. Nara Borges, consultora de imagem da Pimenta Fina, deu algumas dicas importantes ao Portal r7.com, aí vão!

Cores:
De acordo com Nara, existem algumas cores “proibidas”, como o branco (que é a cor da noiva), segundo a especialista, o preto (por ser uma cor que nos remete à tristeza, por mais que seja um vestido ‘chiquérrimo’) e as cores muito chamativas, “para não correr o risco de ofuscar o brilho da noiva e atrair todos os olhares no altar”.

- Nude, champagne, areia e bege também são tons proibidos porque muitas noivas optam por cores próximas ao branco.

Volume:
A consultora Nara ainda aponta para a questão dos vestidos volumosos. Segundo ela, eles devem ser evitados nos casamentos realizados de manhã e de tarde. Também vale dizer que, até para a noite, os modelos volumosos devem ser considerados com cautela.

Cuidado com os excessos e lembre-se de que você nunca pode aparecer mais do que a noiva.

Acessórios:
Você pode achá-los secundários, mas eles são parte importante do visual. Nara sugere versões mais discretas para não parecer perua.
- Principalmente se o vestido tiver brilhos e bordados, o ideal é que os acessórios sejam básicos, quase imperceptíveis.

Comprimento:
Os curtos demais devem ser absolutamente banidos de cerimônias matrimoniais, mesmo quando elas forem de dia. Mas os longos demais também podem ser um problema. Nara explica.
- Os modelos com cauda, por exemplo, não são indicados para as madrinhas, pois são exclusivos da noiva.

Nara também afirma que não é necessário optar por um vestido longo se o casamento for realizado até às 15h, ou seja, você pode usar um na altura dos joelhos, um pouquinho acima ou um pouquinho abaixo deles.

Sobre a polêmica questão “posso usar calças?”, a consultora é direta:
- Não é legal. O melhor é optar por um belo vestido.

Repetição:
Que tal evitar uma grande dor de cabeça? Torne isso possível ao comprar o vestido do casamento, deixando a loja avisada sobre a data do evento e o nome dos noivos, principalmente se a loja for especificamente de roupas para festas. A dica também é da consultora, que resume tudo: “Já pensou você com o vestido igualzinho ao de outra madrinha ou ao da mãe da noiva? Péssimo!”.

Calçados:
Também uma parte importante do visual, os calçados não podem ser de um estilo muito diferente do vestido e, não podem ser muito fechados nem muito pelados.
- O que adianta ter um belo vestido, uma bela maquiagem e um penteado incrível se você for usar um sapatinho simples? Não adianta, as pessoas reparam nos pés também. O melhor é seguir a mesma linha do traje. Um casamento pede salto alto e mais fino. Mas se a pessoa tiver 1,80 de altura, o ideal é que ela use um salto mais baixo ou um calçado sem salto, para não chamar muita atenção.

* Nunca se esqueça que toda a atenção deve ser para a NOIVA, nunca para a Madrinha.