A importância da Autoridade:

“Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade, resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.” (Rm. 13:1-2).

Ao ler este trecho acima, 03 verbos (ações) me chamam atenção:
- Sujeitar: se submeter, se render, obedecer.
- Instituir: estabelecer, fundar.
- Resistir: se opor, não ceder.

Submissão - Todo homem, todas as pessoas, sem exceção, tem que se submeter às autoridades superiores. Isso significa que em qualquer seguimento da sociedade e sobretudo na igreja, as pessoas foram colocadas sob uma autoridade constituída. Gostando ou não, há sempre alguém acima de nós! E mesmo aquele que ocupa o cargo mais superior de todos, também está debaixo de uma autoridade, a de Deus!!

Fundação - Deus estabeleceu o universo sob a Sua autoridade e nele, fundou os cargos de autoridade, para que existisse uma ordem, organização, compromisso, equilíbrio e responsabilidade de uns para com os outros.

Veja que interessante… Até no reino animal, em cada espécie, há o líder do bando. Apenas 1 se destaca entre eles e aquele que prevalece, instintivamente assume o papel de direcionar o bando e provedor de sustento, habitat, segurança para todos e a perpetuação da espécie. Esse líder é o mais forte, mais saudável, melhor reprodutor, além de ser seguido e respeitado por todos os outros. Ele não escolhe qualquer fêmea para procriar, escolhe as mais fortes, só assim, garantirá herdeiros na hierarquia.

Não é maravilhoso? São animais irracionais, porém entendem perfeitamente o sentido da autoridade para o equilíbrio do universo!!

Oposição - Observe que no texto sagrado acima, afirma que: quem se rebela contra uma Autoridade está se auto-condenando. Essa pessoa não faz oposição somente a “figura” da autoridade, mas sobretudo, contra o Autor desta autoridade. Mas não é Deus que condena os opositores, a própria pessoa se destrói, porque está agindo debaixo do princípio satânico: a rebelião.

Voltando ao reino animal, de modo geral, os membros do bando não ousam enfrentar seu líder justamente porque sabem que vão morrer. Obviamente, um ou outro até consegue derrotar o líder e tomar o bando, não muito diferente do ser humano, porém, eu quero focar na consequência desta rebelião… Se ele não é tão forte assim, ou não estiver preparado e tentar lutar contra o líder, morre!

Ora, aos homens não é diferente… O rebelde é orgulhoso, ele próprio se desgraça, ele mesmo abre a porta da sua vida para a atuação do mal e a consequência é a morte, às vezes física, mas certamente, a espiritual, pois se a pessoa se opõe a ordenança direta do próprio Deus, quem a livrará da morte eterna???

Bem… O que não vai faltar são exemplos de rebelião e de obediência que vamos procurar mostrar durante estes estudos.

Continua…