Continuando a reflexão do capítulo 4, verso 20 do livro de Provérbios e na exclusividade da Sabedoria Divina aos Seus filhos, vi que, além de ter que ser realmente filho, é preciso prestar bastante atenção, estar atento ao que nos é ensinado. Por isso que esta Sabedoria não é para qualquer um!

“Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos.” (Provérbios 4:20)

E é isso que é preciso fazer. Não só ler a Palavra de Deus e se encher de conhecimentos bíblicos, é preciso refletir para entender o que Ele quer mostrar e colocar em prática, é imprescindível se aprofundar, se descobrir.

Preste bem atenção, se eu estou lendo ou ouvindo a Palavra de Deus, quer dizer que é para mim que Ele está falando! Já ouvi de muitas pessoas ao fim de algumas reuniões as seguintes frases: “Ahhh… Jana, se meu filho estivesse aqui… A Palavra foi toda para ele…”

Não, claro que não! Se eu ou você estamos ouvindo aquela palavra, é para nós que Deus está falando, não é para as outras pessoas! Pare com essa mania de achar que não é contigo, que é só para os outros!! Se você sempre achar que “tal” palavra não é para você, é para a “fulana”, sua vida nunca vai mudar, jamais você fará a diferença e não vai ganhar ninguém porque nunca vai ter testemunho, vai ficar infrutífera, lutando para mostrar frutos, mas no final, é tudo podre…

Eu não aceito estar numa reunião e Deus não falar nada comigo, é impossível!! Não posso admitir ler a sua palavra e continuar indiferente! Não, mil vezes não!

Você não pode aceitar que Deus não fale nada com você, não pode aceitar ficar sem ouvir a voz d’Ele. Cada momento com Deus é único, exclusivo e especial, tem que ser marcante, tem que separar o antes e o depois!

Por isso que Ele diz: “atenta para as minhas palavras”. Como que prestamos atenção? Quando deixo a “carapuça cair”, quando trago para a minha vida aquele ensinamento, quando me esforço para entender melhor, quando considero quem está falando, quando mostro respeito na hora de ouvir. Não é apenas ficar olhando ou ouvir por ouvir, mas considerar.

Quem é humilde para aceitar o ensinamento, está pronto para receber a sabedoria divina.

“Donde, pois, vem a sabedoria, e onde está o lugar do entendimento? Está encoberta aos olhos de todo vivente… E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e o apartar-se do mal é o entendimento.” (Jó 28:20,21 e 28)

Continua…