Tempestade-no-marJesus acalma qualquer tempestade, Ele faz tudo voltar ao normal.

“Jesus subiu num barco, e os seus discípulos foram com ele. De repente, uma grande tempestade agitou o lago, de tal maneira que as ondas começaram a cobrir o barco. E Jesus estava dormindo. Os discípulos chegaram perto dele e o acordaram, dizendo: — Socorro, Senhor! Nós vamos morrer! — Por que é que vocês são assim tão medrosos? — respondeu Jesus. — Como é pequena a fé que vocês têm! Ele se levantou, falou duro com o vento e com as ondas, e tudo ficou calmo. Então todos ficaram admirados e disseram: — Que homem é este que manda até no vento e nas ondas?!” (Mateus 8:23-27)

Primeiro de tudo, é importante saber identificar se o que estamos passando é realmente uma tempestade ou uma adversidade, para não sobrevalorizarmos um problema e também não subestimarmos uma verdadeira tempestade.

Uma tempestade no sentido real, não é uma chuva qualquer, tem suas características próprias, como grande perturbação das águas, com ventos e trovões.

A nível espiritual é a mesma coisa, uma tempestade não se refere a um problema qualquer e sim, algo que causa uma grande perturbação espiritual, que foge ao nosso controle. A tempestade causa dor, machuca, é uma força contrária a nossa, é consistente e persistente, está acima da nossa capacidade de resolução, tira o nosso equilíbrio emocional, financeiro e até espiritual, e nos sentimos como se estivéssemos sendo derrotados.

Não foi assim com os discípulos? Eles estavam seguindo Jesus, assim como nós, mas isso não impediu deles enfrentarem uma tempestade. A tempestade aconteceu de uma hora para outra, pegou aqueles homens de surpresa.

O mundo está entregue ao maligno e não podemos nos enganar pensando que pelo fato de termos entregue a nossa vida a Jesus que não teremos momentos ruins, que as tempestades não virão, pelo contrário, elas vem para qualquer um, inclusive para nós, que nos dizemos da fé. As tempestades vem para agitar a nossa vida de maneira tal que venhamos perder o controle e deixarmos de confiar em Deus.

Observe a reação daqueles discípulos e veja se não é exatamente assim que nós também agimos diante da tempestade? Ficamos desesperados, vem os pensamentos de que não tem mais jeito, a fragilidade espiritual, emocional e até mesmo física. Nossa mente é bombardeada pelos pensamentos negativos e alguns até, como os de retirar a própria vida…

A tempestade pode vir em qualquer área da nossa vida; sentimental, saúde, econômica, familiar, porque o objetivo é nos derrubar. Mas tempestade é tempestade e não temos como controlar, é momento de fazer o que tem que ser feito, mas sobretudo, confiar.

Olha como Jesus nos ensina a vencer a tempestade: Ele sabia que tinha poder para resolver qualquer situação, por isso, “Ignorou” o problema, ou seja, Ele simplesmente dormia, até que os discípulos clamassem por este poder! Era preciso que os discípulos conhecessem o Deus que eles diziam crer.

Como é possível dormir num momento em que a tempestade assola, o barco sendo sacudido para todos os lados? Como confiar em Deus quando a nossa vida está sendo toda sacudida? Quem consegue dormir quando está tomado de preocupação? Aquilo fica martelando na nossa cabeça, ficamos tentando encontrar uma solução, só que não tem, uma tempestade não tem controle físico!

A falta de confiança traz medo, ansiedade, tristeza, angústia e falta de fé e sem fé, é impossível agradar a Deus. Por isso, dizer que temos fé é muito fácil, mas são nas tempestades que provamos na prática em quem confiamos.

O que Deus espera de nós no momento da tempestade? Confiança e resistência: Entregar o problema nas mãos Dele e seguir a vida confiante de que, não sabemos o que vai acontecer, mas Ele tem o controle e tudo vai se resolver!! Os discípulos lutaram 09 horas contra aquela tempestade antes de chamar Jesus, ou seja, temos que lutar, fazer tudo o que for possível e clamar por socorro divino.

Deus vê a nossa bravura, a nossa confiança total Nele, então, nos honra. São os problemas que nos fazem grandes na fé e vencedores. Foi um problema chamado “Golias” que fez o rei Davi ser grande, mesmo quando ainda era tão pequeno. Foi a muralha de Jericó que fez o Josué que nós conhecemos hoje. Moisés teve que enfrentar o homem mais poderoso de sua época, o faraó egípcio, para libertar os hebreus da escravidão. Assim como esses homens, nós também seremos grandes vencedores quando aprendermos a confiar no invisível e enfrentar os nossos problemas com calma, sabendo que vamos vencer qualquer tempestade. Em nome de Jesus nós podemos repreender qualquer tempestade.

Só estando calmos é que podemos acalmar, então, é deixar de ser tímidos na fé, dar ordem ao problema para se retirar e confiar. Por maior que seja, não podemos nos desesperar, Deus está no barco, lembra? Então se Ele está “aparentemente dormindo”, com certeza essa tempestade vai passar e nos tornar um vencedor!!

Na tempestade nos conhecemos a nós mesmos, entendemos a fé, provamos se realmente confiamos em Deus ou não. É duro, mas Deus está nos forjando na tempestade, é nela que nós crescemos. Na tempestade vemos a provisão Dele, o poder Dele e o seu cuidado para conosco!! Mantenha o Foco, NÃO ABANDONE O BARCO, a Bonança é sempre muito maior do que a tempestade!