Esmalte Anil Vinil - Beautycolor

Esmalte Anil Vinil – Beautycolor

Eu publiquei no meu perfil do facebook, como tantas outras mulheres, a foto das minhas unhas e o quanto gostei daquele esmalte, foi quando um dos comentários me chamou atenção para o “fariseu moderno”.
A pessoa escreveu que, enquanto ela estava tão preocupada com a evangelização que faria no dia seguinte, nas almas que ela “supostamente” iria ganhar, eu estava preocupada com as minhas unhas, e foi mais longe, afirmou que eu já fui tão usada por Deus e ainda me indagou por que eu teria desistido de servir a Deus…
Obviamente fiquei estarrecida com tanta ignorância espiritual, logo me veio a mente a parábola do Senhor Jesus, onde Ele compara dois tipos de pessoas, que se achegam a Ele; o fariseu e o publicano (Lucas 18:9-14).
O fariseu orava na sinagoga de pé, com palavras eloquentes, expunha suas ações e se julgava melhor que os outros, porque ele fazia muito, mostrando o quanto era superior ao seu colega de congregação, a quem julgava inferior. Por outro lado, o publicado, também estava de pé, mas no seu cantinho, batia no peito e rogava pela misericórdia do Senhor… OS DOIS ESTAVAM DE PÉ, só que o fariseu se achava melhor que o publicano. Jesus foi propício ao publicano porque este se humilhou perante Ele, ao passo que o outro (o fariseu), apesar de “toda sua perfeição”, ficou sem resposta…
Vamos colocar as coisas em ordem, para começar, o perfil do facebook é meu e eu publico o que me aprouver, quem não concordar, tem a opção de não me seguir mais. Depois, o que a minha unha tem a ver com o evangelismo dos outros?? E mais, quem é essa pessoa para dizer que eu desisti de servir a Deus, ela conhece a minha intimidade, mora comigo e eu não sei?! Preciso eu dar satisfações a alguém do que eu faço para o meu Senhor???!! Claro que não! QUANTA CEGUEIRA ESPIRITUAL!!! Essa pessoa retrata bem o FARISEU MODERNO.
Uma coisa eu sei, com unhas feitas ou não, eu e minha casa continuamos felizes servindo ao nosso DEUS, fazendo o nosso melhor para Ele, respeitando as pessoas e, por isso, não devemos satisfações a ninguém ;)