A vida é passageira, comparada ao universo, viver é um “breve parêntese” de tempo.